Em batalha sangrenta e intensa, Poirier vence Hooker no UFC Vegas 4; brasileiro é nocauteado

Em batalha que durou cinco rounds e contou com ótimos momentos, Dustin Poirier leva a melhor e supera Dan Hooker na luta principal; único brasileiro em ação no card, Philipe Lins é nocauteado

Em seu sétimo evento desde que retomou suas atividades em meio à pandemia do coronavírus, o Ultimate promoveu mais um bom evento em sua estrutura, o UFC Apex, em Las Vegas, neste sábado (27). Na luta principal, em uma batalha sangrenta e repleta de ótimos momentos, Dustin Poirier venceu o duro Dan Hooker na decisão unânime dos jurados. No co-main event, o experiente Mike Perry teve o controle das ações sobre Mickey Gall, saindo vencedor por unanimidade.

 

O card principal da edição também contou com os destaques de Takashi Sato, que nocauteou Jason Witt com apenas 48 segundos de combate, e Julian Erosa, que utilizou seu bom Jiu-Jitsu e finalizou Sean Woodson com um triângulo de mão invertido no terceiro round de luta. Outro que finalizou, de uma maneira bem incomum, foi o peso-pesado Maurice Greene, que mesmo por baixo, aplicou uma espécie de katagatame e forçou os três tapinhas de Gian Villante. Único brasileiro em ação na edição, Philipe Lins mal teve tempo de mostrar serviço e acabou sendo nocauteado por Tanner Boser ainda no round inicial.

Dustin Poirier e Dan Hooker iniciaram o combate de maneira cautelosa, com ambos explorando mais o chute enquanto tentavam encontrar a melhor distância. Com maior envergadura, Hooker cresceu de produção e foi aplicando mais golpes, terminando o primeiro round em vantagem. No segundo assalto, logo de início, Dustin Poirier aplicou sequências de golpes em dois momentos e deixou o combate ainda mais animado. Dan Hooker também procurava responder e, nos últimos segundos, chegou a conectar uma boa sequência brilhante de socos e uppercuts, com Poirier sendo salvo pelo gongo.

Dustin Poirier tomou a iniciativa e vinha golpeando com mais precisão no terceiro round, até ser derrubado por Dan Hooker. O neozelandês escapou de uma guilhotina e passou a socar o americano no ground and pound, porém, sem contundência. Antes do fim da parcial, entretanto, Poirier conseguiu ficar em pé e conectou mais socos sobre o oponente, ficando em vantagem. O ritmo vinha um pouco menor no quarto assalto, até que Hooker derrubou Dustin, no entanto, novamente sem provocar impactos no adversário. Mostrando garra, Poirier inverteu a posição, golpedou no ground and pound e chegou a tentar finalizar o neozelandês em duas oportunidades, sem sucesso.

 

No quinto e último assalto, já bem desgastados, ambos foram para um esforço final. Depois de momentos sem emoções na trocação, Dan Hooker conseguiu a queda, mas não sustentou a posição por muito tempo. O duelo chegou ao fim com Dustin Poirier golpeando no ground and pound, o que foi determinante para sua vitória por decisão unânime dos jurados.

Perry supera Gall e volta a vencer

Como já é conhecido por seu estilo de luta, Mike Perry, desde o início, tomou a iniciativa do combate sobre Mickey Gall, no entanto, o primeiro round ficou marcado pelo equilíbrio até o último minuto, quando “The Platinum” conseguiu a queda, aplicou alguns golpes no ground and pound e abriu vantagem. No segundo assalto, o duelo seguiu o roteiro do round anterior, com Perry golpeando por cima e mantendo sua superioridade no duelo. O embate ficou em pé nos segundos finais e Mike ainda encontrou brecha para levar Gall a knockdown com um potente golpe de direita.

 

No último round, Perry manteve seu estilo ofensivo e, conectando mais golpes, foi dominando cada vez mais as ações diante de um desgastado Mickey Gall. Mike Perry ainda encontrou tempo para levar a luta ao solo mais uma vez, aplicando mais golpes no ground and pound. Com isso, o americano saiu vencedor por decisão unânime dos jurados, reencontrando o caminho do triunfo após duas derrotas consecutivas na organização.

Philipe Lins é nocauteado de forma brutal

 

Fonte: istoe.com.br

Gostou deste artigo? Mantenha-se informado juntando-se à nossa newsletter!

Comentários

Você precisa estar logado para postar um comentário.

Artigos relacionados