Walter Casagrande conta em novo livro como se livrou da cocaína e heroína

Casagrande, hoje comentarista da Globo e no alto dos seus 57 anos, fala no novo livro sobre como se livrou dos vícios: filhos, terapia, Jesus e Baby do Brasil. O ex-jogador de futebol usou drogas durante 37 anos.

 

Walter Casagrande teve 4 overdoses ao longo da vida, passou por três internações e a dependência acabou com seu casamento. O comentarista sofreu com surtos psicóticos, onde via imagens do demônio, teve rompimento com familiares e se afundou na depressão. Hoje, Casão fala sobre as situações vividas e mostra como conseguiu sair do vício.

 

Em uma ocasião que tentava fugir dos demônios que via, o ex-jogador quase caiu da janela de seu apartamento. Segundo Walter, o que o ajudou naquele momento foi Jesus. Após esse episódio, Casagrande prestou testemunho na Assembleia de Deus Novo Tempo, em São Paulo. Diante da experiência com Cristo, o comentarista conheceu Baby do Brasil, que é pastora evangélica.

 

O relacionamento com Baby do Brasil ajudou Casão na busca de estabilidade, em relato no novo livro, Baby disse: “‘Eu dei um abraço nele e o ungi com óleo. Ungi a laringe, a faringe, o nariz, todo lugar que tinha sido violentado com a cocaína. Pedi para ele repetir comigo (frases) de quebra de maldição”, conta Baby do Brasil. Segundo Baby, as pupilas de Casagrande ficaram enormes e, ao final da cerimônia, ele contou: “Enquanto você estava orando, o inimigo falou: ‘Não ouça, porque ela é uma bruxa’. Meus olhos ficaram turvos e seu rosto começou a virar quase o de um monstro. Mas eu lutei e consegui!'”.

 

Para o comentarista da Globo, a concentração hoje está voltada para a reaproximação com os filhos, que durante muitos anos foram seu plano B. Victor Hugo, o primogênito, não é próximo do pai, assim como seus filhos, que não tem intimidade com o avô. O segundo filho, Leonardo, é o assessor pessoal e administra os negócios de Casagrande. O caçula, Symon, mora com o pai e hoje estuda jornalismo com enfoque nos esportes.

 

Fonte: istoe.com.br

 

Gostou deste artigo? Mantenha-se informado juntando-se à nossa newsletter!

Comentários

Você precisa estar logado para postar um comentário.

Artigos relacionados